26/02/2014

1,99 - Um Supermercado Que Vende Palavras (2003)

O filme propõem uma visão sobre a sociedade de consumo. O problema não é que as pessoas sejam definidas pelo que elas têm, mas que suas identidades sejam construídas a partir do que desejam, idealizam e sonham traduzido por marcas e mercadorias. Pouco importa se de fato as pessoas comprem. Com a publicidade e propaganda, o consumo já está muito além disso, está no campo psíquico do desejo, da intenção, da fantasia, em outras palavras, do fetiche