15/06/2016

Cesar Filho (1965)

Luiz Gonzaga Cesar Filho é um jornalista, radialista, ator e apresentador de TV brasileiro.

Nascido no interior de São Paulo, Cesar Filho foi para a capital aos 9 anos de idade, junto de sua mãe e seus dois irmãos. Seu pai, Reinaldo Cesar, era radialista na cidade de Guaratinguetá.

Carreira

Começou sua carreira no departamento esportivo da TV Record, chefiado por Silvio Luiz. Aos 16 anos, decide seguir a profissão do pai e faz um teste na rádio Jovem Pan, no qual é aprovado por Cândido Garcia para ser o nome artístico em sua equipe de esportes.

Mais tarde, chamado por Hélio Ansaldo, retornou à Rede Record, desta vez, para apresentar o telejornal Record em Notícias. Apresentou telejornais também nas TVs Bandeirantes - O Repórter, ao lado de Ângela Rodrigues Alves, criado por Walter Clark - e Cultura antes de ser contratado pela TV Globo. Na emissora, sob a direção de Nilton Travesso, passa a apresentar, com grande sucesso, o TV Mulher, ao lado de Amália Rocha, com o costureiro Ney Galvão, a consultora estética Ala Szerman, o psicanalista Eduardo Mascarenhas, na segunda fase do programa que já contara com nomes com a sexóloga Marta Suplicy, Clodovil Hernandes e Marília Gabriela. Apresentou também os programas Fantástico e, também com grande sucesso, o Globo de Ouro. Ainda na Rede Globo, fez sua estreia na teledramaturgia, atuando no papel de Túlio, na novela Hipertensão. Também participou da minissérie La Mamma, com Dercy Gonçalves e da novela Sassaricando.

Após anos na Rede Globo, foi para a extinta TV Manchete, onde atuou na novela Kananga do Japão, contracenando com Christiane Torloni. Também na Rede Manchete, apresentou o popular programa Almanaque, ao lado de Rosana Hermann e Tânia Rodrigues.

Depois de algum tempo afastado da atuação, estreia no SBT, em 1990, na série Alô Doçura, ao lado de Virgínia Novick e direção de Walter Avancini.

Em 1998, participa pela primeira vez de um filme, em Uma Aventura do Zico.

A partir de 2005, passou a apresentar o programa SBT Repórter, o Ver para Crer e o efêmero Aqui Agora, no SBT, além de apresentar eventualmente telejornais da emissora, como o SBT Brasil e o Boletim de Ocorrências no lugar de Joyce Ribeiro.

Como profissional de rádio, além da Jovem Pan, Cesar Filho foi comunicador das emissoras de AM Bandeirantes, América, Record e Capital, além das emissoras de FM Manchete, Jovem Pan, Antena 1, Bandeirantes e Pool.

Em sua carreira televisiva, além de Nilton Travesso, César Filho trabalhou com os consagrados diretores Daniel Filho, Paulo Ubiratan, Carlos Manga, Dênis Carvalho, Jayme Monjardim, Jorge Fernando e Tizuka Yamazaki.

A partir do dia 29 de novembro, César Filho será apresentador oficial da nova fase do Boletim de Ocorrências que era apresentado por Joyce Ribeiro. O telejornal terá 1h30 de duração. Fonte: Wikipedia