08/07/2016

Diário Clarín (1945)

O Diario Clarín é o jornal de maior circulação da Argentina. Editado em Buenos Aires, foi fundado em 1945 por Roberto Noble, que o dirigiu até 1969. Em 1965 tornou-se o jornal com maior tiragem na capital argentina.

Faz parte do Grupo Clarín o jornal esportivo "Olé", de grande destaque na imprensa argentina.



Grupo Clarín SA. - Formalmente constituída em 1999, integra o jornal Clarín, Miter Rádio no Canal 13 de Buenos Aires, o cabo de sinal Tudo Notícias (TN) e de outros meios de comunicação. Seus principais acionistas são Ernestina Herrera de Noble, Hector Magnette, José Antonio Aranda e Rafael Lucio Pagliaro. Juntos, eles formam 82% do estoque pacote, enquanto que todos eles ocupam posições no topo da empresa. Os restantes 18% correspondem a investimentos grupo Goldman Sachs.

História - Embora o grupo está montada como recentemente, em 1999, a história do grupo remonta a 1945, quando Roberto Noble fundou o jornal Clarín. Depois da morte do Noble, a sua viúva, Ernestina Herrera de Noble, assume a liderança do jornal em 1969. Em 1976, a primeira filial do Clarín, as Artes Gráficas Gráficas Rioplatense (AGR). Quase uma década mais tarde, em 1982, ano seguinte, o Clarín, juntamente com o diário La Nación e La Razón, tomar acções no lixo Newsprint erraticamente. A revista participa na criação da agência de notícias e Diarios Noticias (DYN) em 1982. Em 1990, com a privatização de vários meios de comunicação social, Clarín começa a se expandir em outros meios de comunicação. Primeira adquiridos Miter Rádio. Então comprar Canal 13 através da sua filial radiodifusão Argentino Arte (arte). Também empreendimentos no negócio de televisão por cabo Multicanal, em 1992. 


Um ano mais tarde, ARTEAR lança dois novos canais por cabo. São tratadas no Tudo Notícias (TN) e Back, que transmite programas e histórica série de televisão argentina. Em 1996 surge a versão online do Clarín e sai para a rua Diario Olé especializada em esportes. Portal Internet da cidade foi fundada em 1997. Nesse mesmo ano, a Companhia também cria Inversora Media SA (CIMECO), juntamente com o diário La Nación. 

A empresa administra a manhã no interior do país, incluindo La Voz del Interior e dos Andes. O grupo foi formalmente constituída como Clarín Companhia em 1999 e introduzido como um accionista minoritário no Goldman Sachs. Em 2000, o grupo comprou o jornal La Razón, está associada à produção televisiva empresa Pol-ka e está envolvida nas acções do filme Patagonik. Entre 2005 e 2007, o Grupo Clarín adquiridos Cablevisión (Argentina), TV Cabo fornecedor que concorre com a Multicanal. Em seguida, fundir as duas empresas juntas e têm um serviço de Televisão Digital. Fonte: Wikipedia