25/07/2016

Juarez Bahia (1930 - 1998)

Depois de trabalhar como secretário de um conhecido advogado em Feira de Santana, cuja família possuía um jornal e onde ele iniciou seus passos no jornalismo, mudou-se para Santos, onde trabalhou como estivador, e mais tarde passou a ser tipógrafo no Diário de Santos. Tornou-se repórter em A Tribuna, onde se tornou jornalista premiado e respeitado. Também trabalhou no Jornal do Brasil e na Fundação Padre Anchieta, mantenedora da TV Cultura de São Paulo.

Foi professor da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da Sociedade Visconde de São Leopoldo, instituição que depois viria a se transformar na Universidade Católica de Santos, e também na Faculdade de Jornalismo Cásper Líbero, em São Paulo. Foi um dos primeiros professores do Curso de Jornalismo da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo.

Foi também correspondente internacional, radicando-se em Portugal, passando também por Espanha, China e Estados Unidos, colaborando com a Folha de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e a Revista Visão. Fonte: Wikipedia