23/09/2016

Ombudsman

Profissional contratado por um órgão, instituição ou empresa que tem a função de receber críticas, sugestões, reclamações e deve agir em defesa imparcial da comunidade. A função surgiu em 1809, na Suécia, para limitar os poderes do rei. No jornalismo, o ouvidor é o profissional encarregado de criticar o próprio veículo e de acolher as reclamações dos leitores. Ele cria um um elo imparcial entre uma instituição e sua comunidade de usuários. Nos países de língua portuguesa as palavras "ouvidor" e "provedor" são mais utilizadas como substitutas. Na Espanha usa-se o termo "Defensor do Povo".  Alguns autores  afirmam que o ombusdsman é o sucessor do ouvidor do tempo das capitanias hereditárias.

Ele constitui uma via de comunicação entre o jornal com o público e receber e atender queixas do públicoA principal função do ombudsman é exercer a crítica dentro da própria instituição de comunicação. Quando chega uma queixa ou quando o ombudsman, toma a iniciativa, ele investiga o caso, dirigindo-se a quem elaborou a reportagem e solicitando explicações a respeito da notícia em questão. Ele toma decisão guiada por códigos deontológicos, manual de redação do veículo ou critérios profissionais. Após a análise de um caso em questão, dá-se visibilidade a situação em sua coluna de periodicidade regular. Se por um lado, o ombudsman está próximo de quem transmite informações, por outro lado existem alguns inconvenientes: custos de manutenção da experiência e dúvidas constantes acerca da sua isenção e equanimidade de sua atuação. A presença do ombudsman aperfeiçoa a imagem da instituição e contribui para evitar conflitos maiores e contribui para a criação de novas experiências de MARS.