05/10/2016

Teoria Funcionalista

Teoria Funcionalista é uma evolução da Teoria Hipodérmica.  O ponto de vista dos questionamentos foi alterado de "o que é que os mass media fazem às pessoas?" Para "o que é que as pessoas fazem com os mass media?".

Modelo de Lasswell  - passou a entender a audiência (pessoas atingidas pelos meios de comunicação) como ativa e se organizou em análise dos Efeitos e Análise dos conteúdos. Segundo Lasswell, o ato da comunicação resume-se em responder as seguintes perguntas:

Quem (emissor) - Diz o quê (mensagem) - Através de que canal (meio) - Com que efeito (efeitos resposta).

Abordagem dos Usos e Gratificações  - a partir da Teoria Funcional foi desenvolvido o estudo com a ideia de uma "leitura negociada" na qual o receptor passa a ser agente na interpretação das mensagens midiáticas. As mensagens são desfrutadas e adaptadas à realidade do receptor, de acordo com sua motivações. A mensagem deve ter uma função, estando inclusive ligada ao contexto socioeconômico da audiência, sendo necessário suprir as necessidades do indivíduo. São elas: necessidade de integração em nível social, cognitivas, afetivas e estéticas e evasão.